O que significa "quadratura de um círculo"?

Expressões idiomáticas são abreviados e expressões coloridas para transmitir idéias que normalmente não se relacionam com as formas no assunto. A maioria dos idiomas têm origens interessantes e estudar expressões idiomáticas pode ser uma educação em mais do que apenas linguística. No caso de "quadratura do círculo", a lição está relacionada com a matemática antiga.

origens históricas

Nos tempos antigos, a praça era um símbolo da atividade humana, enquanto um círculo que representa as coisas sagradas. Portanto, os matemáticos antigos trabalhou no desenvolvimento de uma fórmula para a "quadratura do círculo", que lhes permitiria criar um quadrado cujo perímetro medido exatamente o mesmo que o perímetro de um círculo dado. A ideia era usar estas formas como uma forma de homenagear as divindades.

Uma definição matemática alternativa

Outra tentativa de quadratura do círculo foi criar uma fórmula matemática pelo qual poderia criar um quadrado cuja área era exatamente a mesma que a área de um círculo. Professor Paul Calter da Universidade de Dartmouth explica que alguns estudiosos acreditam que as pirâmides do Egito foram um esforço para equilibrar as pirâmides através da criação de uma tumba cujo perímetro na base foi igual à circunferência de um círculo cujo raio é igual a a altura da pirâmide.

teoria de desaprovação

Em 1822, o matemático alemão Ferdinand von Lindemann inventou um teorema em que refutaram a possibilidade de que um círculo pode ser enquadrada em um número finito de passos usando uma régua e compasso. Desde então, o termo "quadratura do círculo" tornou-se progressivamente uma maneira idiomática de expressar o impossível.

uso moderno

Quando usado no contexto da linguagem moderna, caracterizar um plano ou esforço como uma tentativa de "quadratura do círculo" é um comentário sobre a futilidade do plano. Ele também pode ser usado como uma breve crítica de uma teoria ou um argumento falho, tentando "quadratura do círculo", ignorando os fatores que invalidam-lo.